Astronauta Mecanico

ÍNDIOS
video-instalação móvel estacionada no último túnel da terceira chaminé da Casa das Caldeiras*
festival CAOSARTE + Tempo Forte

edição de imagens: Astronauta Mecanico
áudio: Povos Timbira (Amjekin . música Krahô)

captação em video: Gabriel Brito Nunes, Ernesto Moralbaut e Veruscka Girio.
obrigada: Casa da Xiclet e Antonio Furtado

 

São Paulo, 2018




1-1-841x580

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*
Originalmente parte integrante do grande complexo das Indústrias Reunidas Francesco Matarazzo, numa área de aproximadamente 100 mil metros quadrados, na cidade de São Paulo, a Casa das Caldeiras era responsável por gerar a energia para todo o parque industrial, que abrigava fabricas de produções diversas. Então a proximidade dos trilhos de trem facilitavam o recebimento de matéria prima e a distribuição da produção. Entre as fabricas que a energia era distribuída, estavam a produção alimentícia, indústria metalúrgica, produção de sabão, cera, entre muitos outros. Sua construção data da década de 1920, depois que Francesco Matarazzo comprou a Companhia Antarctica Paulista, em 1919, que era dona do terreno. A Casa das Caldeiras foi tombada como Patrimônio Histórico da cidade de São Paulo em 1986, sendo restaurado e revitalizado em 1999